TJ premia vencedores da coleta seletiva e varas que mais reduziram energia, papel e impressão

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) premiou, nesta segunda-feira (9), as unidades que mais se destacaram na redução do consumo de energia e na utilização de resmas de papel e impressões. Os servidores que colaboraram com a coleta seletiva na Corte também tiveram reconhecimento. A iniciativa faz parte do projeto TJ Eco Consciente e Solidário.

“É uma solenidade singela, mas com muito significado porque contempla aqueles que estão fazendo um trabalho relevante em prol do meio ambiente”, afirmou o presidente do TJAL, desembargador Otávio Leão Praxedes.

No quesito energia elétrica, quem mais se destacou foi a Comarca de Água Branca, que obteve redução de 36,97% em 2017, em comparação a 2016. Para o juiz da unidade, Filipe Munguba, a colaboração dos servidores foi fundamental para o resultado.

“Temos procurado cumprir todos os indicadores, não só o de energia. Os servidores, no dia a dia, assumiram essa preocupação de apagar as luzes e desligar os aparelhos de ar-condicionado quando não há mais ninguém na sala. Esses detalhes fazem muita diferença”, afirmou o magistrado.

Em relação às impressões, a 29ª Vara Cível de Maceió obteve o melhor índice, com redução de 70,5%. “Esse reconhecimento e incentivo são muito importantes. A preocupação com o meio ambiente deve ser permanente”, destacou o juiz José Afrânio dos Santos Oliveira, titular da unidade.

A 4ª Vara de Penedo reduziu em 100% a solicitação de resmas de papel. E na média dos três indicadores (energia, impressões e resmas de papel), o primeiro lugar ficou com a Comarca de Piaçabuçu (redução de 48,20% no ano passado, também em comparação a 2016).

Os magistrados das unidades receberam bottons e certificados de reconhecimento. Os servidores serão contemplados com dias de folga.

Presidente Otávio Praxedes entregou certificado ao juiz Filipe Munguba, da Comarca de Água Branca. Foto: Caio Loureiro.

Coleta seletiva

A Presidência do TJAL também premiou os servidores que colaboraram com a coleta seletiva na Corte, nos meses de março, abril, maio e junho deste ano. Nesse período, foram coletadas mais de duas toneladas de material reciclável, destinadas à Cooperativa de Recicladores de Lixo Urbano de Maceió (Cooplum), que funciona no bairro Jacarecica.

“Quando trazemos materiais recicláveis para o Tribunal, contribuímos com a natureza e também com a geração de renda das famílias associadas à cooperativa. É um trabalho de relevância social”, ressaltou o diretor de comunicação do TJAL, Maikel Marques, um dos agraciados.

Lista de contemplados

(Coleta externa)

Março

> Ivana Andrade (Direção-Geral)

> Jackline Santana Viana (Presidência)

Abril

> Anne Caroline (Presidência)

> Daniel dos Santos (Gabinete do des. Alcides Gusmão)

Maio

> Márcio Felipe Aguiar (Presidência)

> Klístenes Lessa (Diretoria de Gestão de Pessoas)

Junho

> Maikel Marques (Diretoria de Comunicação)

> Klístenes Lessa (Diretoria de Gestão de Pessoas)

(Coleta interna*)

> José Edmilson dos Santos

> Luciana Bezerra Rosana Nascimento da Silva

> Rosana Nascimento da Silva

*Feita por funcionários da Limpeza

(Reconhecimento)

Claudionor Soares (Setor de Manutenção) e Luiz Campos (Patrimônio).

Ascom – 09/07/2018

(Visited 5 times, 1 visits today)