Ministério Público do Estado de Alagoas alcança índice de 98% no ranking nacional da transparência

O Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE/AL) atingiu o índice de excelência de 98% na avaliação dos Portais de Transparência, a nível nacional, em relação ao segundo trimestre de 2017. No ranking, que avalia todos os estados da federação, cujo resultado foi disponibilizado nessa segunda-feira (19) pela Comissão de Controle Administrativo e Financeiro (CCAF) do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), a instituição alagoana apresentou evolução importante numa demonstração de compromisso e credibilidade.

Ao todo foram avaliados 26 Ministérios Públicos Estaduais pelos quatro ramos do Ministério Público da União (Federal, Militar, Distrito Federal e Territórios e do Trabalho) e pelo próprio CNMP. Um mapa colorido foi confeccionado para destacar cada estado, por cor, representando as faixas de porcentagem.

Para a CCAF, o resultado demonstra que as unidades e os ramos do Ministério Público, bem como o CNMP, têm demonstrado empenho e investido em melhorias para apresentar uma gestão pautada , cada vez mais, pela transparência.

O procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, recebe o resultado como fortalecimento da instituição.

“É a prova de que o Ministério Público de Alagoas procura sobremaneira cumprir com suas obrigações, prestando conta de todas as ações e investidas cumprindo nada mais, nada menos com o que manda a lei, ou seja permitindo o acesso à informação. Cobramos transparência, mas temos de ser espelhos e isso é o que temos buscado aperfeiçoar cada vez mais em nossa gestão”, afirma o procurador-geral, Alfredo Gaspar.

Nesta análise do segundo trimestre de 2017, a comissão levou em consideração, pela terceira vez, a quarta edição do Manual do Portal da Transparência. O objetivo da publicação é deixar transparente a metodologia empregada pela CCAF na análise do cumprimento de cada um dos mais de 250 itens utilizados para o monitoramento eletrônico que gera o Transparentômetro.

 Ascom – 20/02/2018
(Visited 10 times, 1 visits today)